Aplicando a estrutura divisional e outros tipos de organização – Microexato

Aplicando a estrutura divisional e outros tipos de organização

Quando se trata de estrutura divisional, muitas pessoas pensam em esquemas administrativos complexos de entender ou difíceis de aplicar na prática. Mas, seguindo com a leitura do artigo, você vai compreender que isso não é um bicho de 7 cabeças e que qualquer empresa pequena ou média pode se beneficiar e muito com esta medida.

Como exemplo, você pode imaginar o serviço de uma churrascaria com bar, cozinheiros, música ao vivo e segurança. Todo este grupo de trabalhadores deve trabalhar de modo harmônico conforme estruturas organizacionais tradicionais ou, do contrário, o negócio não funcionaria direito.

Imagine se seguranças não sabem quem são os convidados VIPs de uma festa na churrascaria? E se a banda ao vivo tocar heavy metal quando o público-alvo gosta mais de música romântica? Tudo isto torna-se improvável de ocorrer se existirem planejamentos estratégicos definidos na estrutura organizacional divisional do empreendimento.

O que é e como aplicar a estrutura divisional em uma empresa?

Esta é uma escolha interessante para empreendimentos que têm extensa variação na sua carteira de clientes. A aplicação desse método organizacional acontece de acordo com a divisão das áreas e das capacidades de atender às necessidades de consumo com autossuficiência.

Conforme os objetivos da organização, as divisões na estrutura divisional são classificadas por serviços, produtos, clientes, processos, projetos ou localização geográfica.

Uma vez que cada campo na estrutura divisional possui suas funções operacionais para desenvolver serviços ou produtos, não é preciso acoplar atividades de outras divisões, tendo em vista que cada um do setores possui autonomia para tomadas de decisão.

Quais são os prós da estrutura divisional?

Uma das principais vantagens nas estruturas divisionais está no fato de que cada uma das unidades possui um processo de marketing conforme seu mercado de atuação, viabilizando respostas mais rápidas aos clientes de bens ou serviços.

Quais são os contras da estrutura divisional?

Ao considerar que cada unidade da divisão demanda recursos extras, é de se esperar um aumento nos custos. O fracasso da venda também pode ser relacionado com a região ou outra falha na autossuficiência das divisões estabelecidas na estrutura.

Quais são as principais estruturas organizacionais tradicionais?

imagem de uma empresa que aplica a estrutura divisional

Como administrador, entender como aplicar a estrutura divisional pode ser um grande diferencial na gestão.

Partindo de uma pesquisa sobre as vantagens consideráveis que as estruturas organizacionais tradicionais oferecem aos negócios, pode-se dizer que, em termos acadêmicos, o assunto é bastante desenvolvido.

Veja alguns dos principais tipos de estrutura organizacional tradicional que ainda fazem sucesso nos dias de hoje em diversos ambientes corporativos:

• Estrutura horizontal: Profissionais agrupados conforme conhecimentos similares;

• Estrutura vertical: CEO no topo e outros colaboradores abaixo;

• Estrutura funcional: Recursos organizados em departamentos;

• Estrutura divisional: Divisões separadas e autossuficientes;

• Estrutura matricial: Mistura de estrutura funcional e divisional;

• Estrutura por projetos: Organização fundamentada na execução dos projetos;

• Estrutura em rede: Empresas que trabalham com funcionários home office.

Como aplicar a estrutura organizacional linear?

Conforme grande parte da leitura acadêmica, a estrutura organizacional linear está entre os formatos mais antigos em termos organizacionais. Nesta base, cada superior tem total autonomia no comando de seus subordinados, fazendo com que essa escolha seja perfeita para a definição eficiente de uma hierarquia.

O princípio da unidade de comando forma a organização linear, na qual superiores possuem uma autoridade tão absoluta que não precisam compartilhar as decisões com outros diretores da companhia. 

Historicamente, a origem do conceito se relaciona de modo direto à organização religiosa de templos medievais e das formações dos exércitos antigos: há linhas únicas e diretas entre subordinados e superiores, com o direito organizacional para executar tarefas e cumprir ordens sem muito espaço para contestações.

Quais outras estratégias podem ajudar sua empresa?

imagem de funcionários de uma empresa que usa a estrutura divisional

Mas a estrutura divisional não é a única estratégia organizacional, por isso, é importante escolher a melhor delas de acordo com as circunstâncias que envolvem a empresa em questão.

Se você leu até aqui com atenção, deve ter percebido que existem diversas estruturas organizacionais disponíveis, cada qual com características próprias para se adequarem aos distintos modelos de negócio.

Normalmente, empresas de portes menores se beneficiam melhor com a escolha de estruturas mais simples e que têm menos níveis de hierarquia entre as divisões.

Em termos de estruturas organizacionais, é importante evitar que as funções se sobreponham às outras, ou seja, cada funcionário deve entender de forma perfeita quais são seus deveres.

De olho no negócio

Será que a sua empresa requer rigidez hierárquica? Ou o seu negócio exige mindset moderno em que os funcionários também participam das decisões corporativas com maior autonomia?

Na prática, não há alternativa certa ou errada! Talvez uma empresa que depende mais dos processos de trabalho escolha algo vertical, ao passo que negócios de criações podem se sobressair quando os colaboradores participam ativamente das decisões.

Máquinas produtivas

Não adianta traçar a melhor estrutura divisional ou de outros tipos organizacionais quando as máquinas da sua empresa são lentas e obsoletas.

Considere que, para estar em contato com supervisores ou outros membros da equipe em tempo real, os computadores da empresa não devem ser lentos, improdutivos ou incapazes de trabalharem em tempo real rodando os melhores softwares.

Pode ser caro comprar diversos desktops ou notebooks novos das melhores marcas, inclusive, uma má decisão na hora de fazer a aquisição pode colocar em risco o orçamento total de uma empresa.

Por este motivo, aumenta a tendência das corporações comprarem computadores seminovos de grandes marcas de empresas que oferecem grandes períodos de garantia, como é o caso da MicroExato, líder no setor.

Procura computador, notebook ou servidor para sua pequena empresa?

A MicroExato tem computadores, servidores, notebooks empresariais usados Dell, HP e IBM ideais para micro e pequenas empresas. Acesse nosso e-commerce destinado ao público corporativo, com milhares de opções em estoque:

botão CTA conheça nosso e-commerce

A MicroExato é o maior fornecedor brasileiro de equipamentos usados de informática e oferece garantia de 1 ano. Todos os produtos anunciados são rigorosamente testados e estão em pleno funcionamento. Estoques permanentes de 10.000 equipamentos com pronta entrega. 

Carrinho

Especialistas em tecnologia